O ataque de Israel aos palestinos na faixa de Gaza daqui a pouco tempo vai ser apenas mais um detalhe na história da humanidade….Assim como as mortes em Darfur, assim como em Ruanda… assim como tantos outros acontecimentos… Dizem que a grande quantidade de seres humanos que habitam hoje este nosso planeta barateiam a vida…em bilhões de pessoas o que siguenificam 100, 200, 1000 ou 100.000 mortes?? Quando a humanidade se restringia em alguns milhões de pessoas cada vida era muito mais preciosa.

Mas essa lógica cruel, fria e estatística não é, e nunca será uma lógica cristã. Apesar da banalidade da vida, apesar de estarmos acostumados cada vez mais com a crueldade e de estarmos ficando a cada dia mais imunes à compaixão, devemos entender que para Deus cada vida é única e o sofrimento de uma pessoa deveria ser o sofrimento de toda a humanidade.

O fato é que como cristãos estamos ficando cada vez mais longe destes ideais…. Estas tragédias não significam nada, o pior podemos ainda defender (assim como foi feito na guerra contra o Iraque) e justificar estes atos de selvageria como sendo de direito divino, afinal a terra prometida ao povo de Israel deve ser conquistada e Deus está ao seu lado… Esta teologia torta, arcaica e ultrapassada infelizmente continua sendo a bandeira de muitos evangélicos, mas nunca será a de Cristãos.