Nesta semana a reportagem de capa da revista VEJA é sobre o genocídio que está acontecendo em Darfur. A repostagem é fantástica e nos coloca um pouco mais próximos da realidade deste país literalmente abandonado.

Depois de ler a reportagem, percebi o quanto estava alienado com relação ao que estava acontecendo, não que fosse totalmente desconhecido, sabia que havia um confronto, que o numero de mortos era muito grande, mas sinceramente isso nunca havia me tocado. É difícil admitir isso, mas era assim que eu via estas informações, com indiferença, mas quando lí a reportagem e busquei um pouco mais de informações na internet não pude deixar de sentir compaixão por aquele povo, por aquele país que está se destruindo.

Mas o que mais chocou-me foi não só a minha indiferença, mas a indiferença do mundo para com Dafur, os grandes governos não tem a menor preocupação com aquilo que está se desenrolando a muito tempo, com as mortes a destruição com o genocidio, com o desrespeito aos mais básicos direitos humanos. Bem, ai eu me dei conta que Darfur não ocupa nenhuma manchete nos telejornais, nem em jornais, apenas agora com a reportagem da revista veja é que o tema volta a tona, mas irá desaparecer na próxima senama…. e as pessoas continuaram morrendo em Darfur, subnutridas, executadas, abandonadas.

Nos ultimos meses vemos que bilhões, trilhões de dolares desapareceram, sumira e a mesma medida está sendo gasta para salvar algumas empresas e o padrão irresponsável de consumismo do povo norte-amenricano e porque não dizer, agora tambem para o povo sul-americano. Trilhões de dolares foram queimados na querra do Iraque, em que o resultado foi somente a desestabilização e destruição de um pais, e tudo isso para quê?? Pelo petróleo, pelo dinheiro e pelo poder, e tudo acabou em nada. A crise financeira destruiu todo um castelo de ideologias e de pregação do evangelho neo-liberal. Os noticiarios anunciam quase o final dos tempos com a grande crise financeira, empresas falidas, desemprego, bolsa em queda, mas nenhuma palavra sobre Darfur…

Darfur é nada. Darfur não significa  nada. Um pequeno pais, pobre, subdesnvolvido,  com “problemas internos” para serem resolvidos como já disse um  presidente americano… Dafur não é uma potencia financeira, militar nem possui um arsenal atômico… Darfur é nada.

Se Adolf Hitler não tivesse ameaçado outros paises com sua supremacia militar, será que alguma nação iria se preocupar com o destino dos Judeus?

A força de paz da ONU colocada em Darfur é completamente inutil e não chega a metade do necessário, enquanto que milhares de soldados, veiculos militares, aviões e navios estão no Iraque. Darfur é nada.

Isso faz pensar o quanto hipócrita somos nós, seres humanos… No mesmo dia que li a reportagem sobre Darfur, assisti em um telejornal (veja que nenhuma palavra sobre Darfur…) uma matéria sobre os “presentinhos” de natal que muitos cachorros , sim cachorro, aquele animalzinho de quatro patas, não certo gênero da raça humana…., estaria recebendo. Uma familia preparou uma cesta de natal para o seu dog… várias guloseimas e docinhos… outra gastou uma fortuna ( mais de dois mil reais) comprando mimos, como uma jaqueta de R$ 400,00 e uma cama (estilo princesinha) de R$ 1.800,00…. amo cachorros, não tenho nada contra eles…mas como ficar sossegado com esses absurdos?? como ficar tranquilo quando a noite  sentado em meu confortavel sofá, assistindo um filme na minha TV de 29′, tomando um refrescante sorverte, naquele mesmo instante muitos adultos e crianças dormem no chão sem nada para comer em Darfur? Como ser cristão e achar que tudo isso está certo???

Algo de muito errado está acontecendo com a humanidade…. Mas não deve ser porque Darfur não é nada…..

Para saber mais sobre Darfur leia :

Revista Veja Ed. 2092 anao 41 – nr 51 de 24/12/2008

http://www.savedarfur.org/content

http://www.pordarfur.org/

Powered by ScribeFire.